Agentes de endemias do município do Prado alertam sobre o risco de piscinas sem tratamento‏


Agentes de endemias do município do Prado alertam aos proprietários e vizinhos de imóveis com piscina sobre os cuidados necessários com á água parada, principalmente, àqueles locais utilizados apenas por visitantes em período de veraneio.

agentes

Uma vistoria à residências e bangalôs localizados no Balneário Praia de Guaratiba encontrou diversos lugares com água parada e muitos focos do aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Segundo o Supervisor de Endemias em Prado, Rafael Almeida, muitos dos imóveis tinham na piscina água sem tratamento. “As condições da água estão muito distantes do aceitável. O risco é grande de transmissão de doenças, tanto para os moradores, quanto para os visitantes, o que acarretaria grandes impactos na rede pública de saúde e na própria vida desses pacientes”, argumenta.

Muitos dos locais flagrados sem os cuidados necessários tinham na piscina água esverdeada e grande quantidade de material proliferador de doenças. Os proprietários estão sendo notificados e podem ser multados se as providências necessárias não forem tomadas, com urgência.