Vereador Super Choque (PSD) participa de reunião com empresários e moradores de Cumuruxatiba.


O vereador Super Choque (PSD) participou, na manhã da última segunda-feira (22), da reunião entre a Prefeitura de Prado, Polícia Militar, Sebrae, empresários e moradores de Cumuruxatiba,  para discutir melhorias em todos os setores. Durante o encontro, os presentes trataram de questões que afetam o dia-a-dia de Cumuruxatiba.

Durante a reunião, o vereador manifestou o posicionamento da Câmara Municipal em apoiar os empresários e principalmente os moradores da localidade. “Queremos que o diálogo entre vereadores, empresários, comerciantes e moradores seja fortalecido e constante. A Câmara Municipal está aberta para recebê-los”, disse o vereador.

Na ocasião, representantes do Sebrae apresentaram o programa Revigora Costa das Baleias 2021, que tem versões em diferentes regiões do estado. Segundo o gerente regional do Sebrae, Alex Brito, Prado foi a primeira cidade a receber o lançamento do Revigora em toda a Bahia.

Participaram da reunião, a secretária de Turismo, Esporte e Cultura, Iracema Ribeiro e o secretário de Obras e Serviços Urbanos, Paulo Monte.

Prefeitura intensifica segurança nas praias de Prado


Para garantir a segurança dos banhistas durante a temporada de verão, a Prefeitura de Prado, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, intensificou a segurança nas praias com guarda-vidas que atuam diariamente nas praias do coqueiral, centro e novo Prado.

De acordo com a secretária de Turismo, Esporte e Cultura, Iracema Ribeiro, os guarda-vidas além de atuarem em pontos estratégicos da orla, eles também, orientam os turistas em relação às normas e medidas de prevenção ao coronavírus.

“O nosso objetivo é garantir mais segurança a quem procura o nosso litoral durante a temporada de verão. Vale reforçar que é sempre importante os banhistas entrarem na água nos locais em que os guarda-vidas estejam atuando”, reforçou a secretária de Turismo.

 

Por ASCOM / Prefeitura do Prado

Gilvan Produções, prefeito eleito do Prado, anuncia o nome da futura secretária de Turismo.


Gilvan confirmou o nome de Iracema Ribeiro e reafirmou que uma de suas prioridades é o turismo.

O prefeito eleito, Gilvan Produções, anunciou na noite desta segunda-feira (07), o nome da primeira secretária que assumirá no dia 01/01/2021 a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura. É Iracema Ribeiro, a ex-técnica do Sebrae-MG, superintendente do BH Convention and Vistors Bureau e atual gestora do departamento comercial de marketing da Pousada Casa de Maria e da Catavento Tour. Além disso, ela tem uma ampla experiência no mercado da cidade de Porto Seguro.

Gilvan explicou a forma de como foi feita à escolha da primeira secretária. “Por defendermos um governo participativo, convocamos na ultima sexta-feira (04/12), todas as instituições e associações relacionadas ao setor turístico e cultural, bem como o trade turístico, para debatermos juntos a escolha do nome para assumir a pasta da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura do nosso município”. 

“Foram indicados 05 (cinco nomes), no qual devíamos escolher um para assumir a pasta a partir de 01 de janeiro de 2021. Ressaltamos que os nomes indicados tinham muita capacidade e conhecimento do setor. Avaliando os trabalhos realizados até o momento pela Iracema, decidimos que ela tinha todos os requisitos para assumir a secretaria”, disse Gilvan.

“Temos a certeza de que as brilhantes ações desenvolvidas ao longo da sua trajetória profissional farão do Prado um dos destinos mais procurados da Bahia e do Brasil. Agora é a hora de nos unirmos em busca de ações para o desenvolvimento turístico, esportivo e cultural da nossa cidade”, completou o prefeito eleito.

O nome dos outros secretários será divulgado nos próximos dias.

Prado (Bahia): o que fazer, onde ficar e outras dicas imperdíveis para a sua viagem


Está planejando uma viagem para Prado (Bahia) e quer dicas super legais sobre esse destino maravilhoso? Então vem comigo que eu vou te apresentar um pouco dessa cidade praiana que eu conheci recentemente e roubou meu coração.

Vou te mostrar como chegar, quando ir, onde se hospedar e dicas práticas para que você possa planejar por conta própria e possa curtir ao máximo seus dias nesse paraíso baiano. Continue sua leitura e descubra tudo sobre Prado (Bahia).


Por que viajar para Prado (Bahia)?

Se você quer fugir da correria da vida diária e escolher uma praia para chamar de sua, Prado é o lugar ideal para você! E não faltam motivos para você se apaixonar por esse destino.

São cerca de 84km de praias paradisíacas… daquelas que parecem cenário de filme, sabe? Há praias com restaurantes e espreguiçadeiras para sentar, como a Barra do Cahy e a Ponta do Corumbau Há outras praias que não tem nada além da sombra das árvores e água fresca, como é o caso da Praia do Moreira.

O centro histórico também é lindo e conta com casas do século XIX que nos fazem voltar no tempo. A igrejinha do centro da cidade é um charme e data de 1951, ano em que padres franciscanos da Província de Santa Cruz fundaram o vilarejo.

Prado Bahia
Prado é a cidade com melhor infraestrutura de hotéis e restaurantes na Costa das Baleias

Os amantes do mergulho também encontram em Prado, na Bahia, praias ótimas para observar a vida marinha. Aliás, Prado é considerada a capital brasileira da baleias jubarte. Então se você estiver planejando sua viagem para acontecer entre julho e novembro, não deixe de apreciar esse belíssimo espetáculo da natureza, pois as baleias dão um verdadeiro show!

No entanto, você não vai encontrar só tranquilidade em Prado. Para quem gosta de noites mais agitadas, a cidade possui um centrinho com vários bares e restaurantes para curtir a noite! Além disso, ao longo do ano ocorrem diversos festivais na cidade, como Festival Gastronômico. Ah! E não posso me esquecer do carnaval de lá, que é considerado um dos maiores do Brasil.

Sol, mar, tranquilidade, diversão e um povo muito hospitaleiro fazem de Prado (Bahia) o destino perfeito para férias inesquecíveis. Assim como eu me apaixonei por esse lugar, tenho certeza de que você também vai AMAR!

praia em cumuruxatiba
Sombra e água fresca na Praia do Moreira, em Prado.

Onde fica e como chegar em Prado (BA)

Prado fica numa região chamada Costa das Baleias, no litoral sul da Bahia. Com mais estrutura que outras localidades próximas, a cidade é a escolha de muitos turistas que desejam conhecer a região com conforto.

De avião

O aeroporto mais próximo é o de Teixeira de Freitas, que fica a apenas 80km e possui voos operados pela Azul saindo de RJ e SP, com escala em Confins (BH). A viagem leva em média 3h30 contando com a escala.

Desembarcando em Teixeira de Freitas, você deve ir de carro pela BA-290 até Alcobaça e de lá prosseguir pela BA-001 no sentido Prado. A viagem dura cerca de 2 horas e é bem tranquila.

estrada espirito santo
O Frade e a Freira ficam na divisa do município de Itapemirim com Cachoeiro de Itapemirim, na BR-101

De carro

Se você mora na região sudeste e pretende fazer essa viagem de carro, prepare-se para encarar mais de 15h de viagem para rodar os 1.000km até lá. Dentre as opções de caminhos principais estão a BR 116 pelo interior e a BR 101 pelo litoral.

Recomendo fazer o trajeto em dois dias, escolhendo algum ponto do caminho para pernoitar.


Dica: se você pretende alugar um carro para essa viagem, nós recomendamos a Rent Cars. Sempre que precisamos desse serviço, seja em viagens nacionais, ou mesmo internacionais, fazemos a locação nesse site.

Ele faz um comparativo entre as melhores locadoras e ainda dá para fazer parcelamento no cartão para não ficar muito pesado no orçamento! Clique aqui e faça sua cotação!


Quando ir à Prado (Bahia)?

A melhor época para se conhecer Prado, na Bahia, sem dúvidas é o verão, mas saiba que essa é a época da alta temporada, então a cidade vai estar bem mais cheia do que o normal (até porque ocorrem diversos shows e eventos por lá).

No entanto, o sol brilha o ano inteiro em Prado, então é só escolher uma época, fazer as malas e conhecer esse paraíso.

Agora, se você quer ver as baleias jubarte, daí a melhor época é entre julho e outubro. Não deixe de fazer o passeio de barco para chegar bem perto desses mamíferos gigantes!

costa das baleias bahia
Para avistar baleias, recomendo planejar sua viagem entre os meses de julho e outubro

Onde ficar em Prado (Bahia)?

A hospedagem é uma parte importante do planejamento de uma viagem. E para que a sua experiência seja bem bacana, é importante que você escolha uma  acomodação que case bem com as suas expectativas do destino.

Em Prado você vai encontrar opções de hospedagem muito charmosas para todos os gostos e bolsos. Do resort de luxo à pousadinha de estilo praiano, minha dica é que você escolha aquela hospedagem com que mais se identifica e que caiba no seu orçamento (é claro)!

Contudo, a localização é algo que você deve ficar atento:

  • Se você curte praias num estilo mais urbano, recomendo pesquisar hotéis em Prado.
  • Se você prefere um lugar mais rústico, o distrito de Cumuruxatiba vai te atender melhor.
  • Se o seu perfil é luxo e você quer ficar sossegado em um resort bacana, recomendo pesquisar na Praia do Corumbau.
lugares para viajar na páscoa cumuruxatiba
Cumuruxatiba é uma pequena vila a beira mar com estradas de terra e muito verde nos arredores

Assim sendo, confira nossas sugestões de hospedagem em Prado (Bahia): as melhores pousadas, hotéis e resorts para você se hospedar.

Prado (Bahia): pousadas no Centro de Prado

Se você está viajando com seu amor, não deixe de conhecer a Pousada Casa de Maria. Ela está a apenas 250m das praias de Prado (Bahia) e possui uma atmosfera super aconchegante e reservada. Os quartos possuem uma varandinha muito simpática, onde você pode estender a rede no final do dia e aproveitar a brisa. Além disso, a pousada possui piscina, sauna, bar e um restaurante.

Agora se você busca em Prado (Bahia) um hotel mais perto do centro, o Hotel Amendoeiras pode ser uma ótima opção para você. Ele fica a poucos passos da Praia do Centro e a vantagem é que você estará bem perto de bares e restaurantes da cidade. Além dos quartos confortáveis, na área comum do hotel você encontra piscina, salão de jogos e parquinho para crianças.

Para quem viaja com crianças, nossa sugestão é o Cahy Praia Hotelque fica de frente para a Praia Lagoa Pequena. O local conta com ótima infraestrutura para os pequenos, incluindo parquinho externo e brinquedoteca, além de ter bangalôs e espreguiçadeiras  na beira da piscina. Ou seja, conforto para pais e diversão para os filhos.

Prado (Bahia): pousadas em Cumuruxatiba

Com excelente localização, a Pousada da Areia Preta talvez seja o melhor custo x benefício que você vai encontrar em Cumuru. Ela fica na praia principal, a Praia do Centro, e está a menos de 200m dos principais bares e restaurantes da vila. Se você estiver buscando um lugarzinho charmoso de frente para a praia para acordar todos os dias com o pé na areia, pode apostar nessa pousada.

Outra opção é a Pousada Ingá, que fica na Praia do Rio do Peixe. Um pouco mais afastada do centrinho de Cumuru, essa pousada é ideal para quem quer tranquilidade e uma praia para chamar de sua. Ela fica localizada bem na beira da praia, mas ao mesmo tempo está rodeada de natureza. É ou não o combo perfeito para relaxar?

E se você prefere ficar em casas ao invés de hotéis, recomendo a La Maison (nossa escolha!). Ela está disponível no Airbnb e tem tudo que uma turma de amigos (ou uma família) precisa para férias inesquecíveis: piscina, churrasqueira, gramadão e a proximidade com o centrinho da vila de Cumuru, aos restaurantes, bares e quiosques de forró. São 10 lofts que comportam de 4 a 6 pessoas cada.

onde ficar em cumuruxatiba
La Maison: nossa escolha de hospedagem em Cumuruxatiba

Prado (Bahia): resorts em Corumbau

Fazenda São Francisco do Corumbau é uma das melhores opções para quem busca conforto e aquela vibe rústico chic.

Vila Naia fica mais afastada e é ideal para quem busca uma praia para chamar de sua. O hotel tem um conceito de “luxo sustentável” e está localizado numa reserva ecológica privada (RPPN).


O que fazer em Prado (Bahia)?

Como você pode imaginar, as praias são o grande destaque da região. Vou mostrar abaixo os principais lugares para quem busca o que fazer em Prado, incluindo passeios que vão além das praias!

  1. Monte Pascoal

O Monte Pascoal é famoso por ter sido o primeiro ponto de terra que os portugueses avistaram quando estavam próximos da costa do Brasil.

monte pascoal bahia
Monte Pascoal no horizonte

Atualmente o Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal está aberto para visitação e se você curte fazer trilhas como a gente, minha dica é ir até o topo do Monte Pascoal.

O mais legal deste passeio é que além de possuir um pedaço da nossa Mata Atlântica preservada, o parque também abriga uma reserva indígena Pataxó.

A entrada do parque fica na cidade de Itamaraju e dentro do parque existem diversas outras trilhas em meio a muita natureza. Vale saber: as trilhas são pagas, mas você pode consultar os valores clicando aqui.

  1. Praia do Tororao

A cerca de 18km do centro de Prado (Bahia) fica uma praia com visual único, a Praia do Tororao! Logo na chegada você encontra um restaurante (único da praia) que dá acesso à faixa de areia e serve bebidas, petiscos e outros pratos.

praia do tororao, prado bahia
Praia do Tororao: falésias a perder de vista

Marcado por belas falésias, o cenário conta também com pequenos riachos que vem da mata e que desaguam no mar. Prepare sua câmera para fazer vários cliques desse lugar imperdível no litoral de Prado.

  1. Mergulho em Abrolhos

Eu adoro mergulhar e acho incrível poder ver toda a diversidade que existe debaixo d’água. E se você também curte praticar mergulho, saiba que Abrolhos fica bem pertinho de Prado e é um verdadeiro santuário da vida marinha. Com uma imensa variedade de corais, peixes e tartarugas, o local também é visitado anualmente pelas famosas baleias jubarte.

Existem diversas empresas que organizam o passeio de barco até o arquipélago de Abrolhos, a cerca de 70km da costa brasileira. Como os barcos costumam sair bem cedo, muita gente opta por dormir em Caravelas na noite anterior. Nossa dica é que você não perca a chance de mergulhar em um dos lugares mais bonitos do litoral brasileiro.

  1. Passeio de barco até Corumbau

Corumbau é uma dessas praias desertas ainda pouco exploradas do litoral brasileiro. Considero o local uma verdadeira joia rara baiana. Para se chegar até  lá o caminho não é exatamente fácil, mas isso de certa forma até ajuda a manter a localidade preservada. Caso você não queira enfrentar as 2h de carro até lá, nossa sugestão é que você faça o passeio de barco até a Ponta do Corumbau.

Tendas na Praia da Ponta de Corumbau, na Bahia
Tendas na Praia da Ponta de Corumbau, na Bahia

Em nossa viagem escolhemos a empresa Aquamar para fazer o passeio que teve duração de 4h. Nosso barco saiu de Cumuruxatiba por volta das 9h da manhã e foi uma experiência super agradável.

Ao longo do percurso eles fazem algumas paradas para mergulho, como no Recife de Carapeba, e seguem até a Ponta do Corumbau. A vila conta com vários quiosques e restaurantes a beira mar, ou seja, é perfeita para uma parada para o almoço.

  1. Barra do Cahy

A praia que ostenta o título de primeira praia do Brasil, também leva o meu troféu como uma das mais bonitas em Prado (Bahia). Cercada por falésias e coqueiros, a Barra do Cahy é quase que uma visita obrigatória para quem visita a região.

barra do cahy prado bahia
A Barra do Cahy é uma das mais belas praias de Prado e, segundo dizem, foi onde desembarcaram os portugueses após avistarem o Monte Pascoal.

Ao chegar lá você encontra uma cruz e uma placa de madeira como se fosse um pergaminho com o trecho da carta de Pero Vaz de Caminha descrevendo o litoral do Brasil pela primeira vez. Além da praia de águas transparentes e quentinhas, indo em direção ao norte você chega ao Rio Cahy e lá da para tomar banho tanto no rio quanto no mar… escolha difícil, não?

Nessa praia, há ainda o restaurante Glória para quem quiser fazer refeições por lá mesmo. Contudo é bom checar antes de ir se eles estão funcionando. Caso contrário, leve coisas para comer e beber, pois essa praia é bem afastada de qualquer tipo de comércio.

  1. Praia do Píer – Cumuruxatiba

No distrito de Cumuruxatiba, ou Cumuru para os mais íntimos, fica a chamada Praia do Píer. Ela é a mais agitada da região e possui uma ótima infraestrutura, com diversos bares, quiosques, restaurantes e lojinhas em sua orla.

praia do centro cumuruxatiba
Praia do Pier, também conhecida como Praia do Centro

Para quem gosta de águas que quase parecem uma banheira, a Praia do Píer é simplesmente perfeita. Aliás, se você está viajando com crianças, pode ficar sossegado e deixar os pequenos brincarem na beira da água.

Além disso, a gastronomia em Cumuruxatiba é irresistível! A melhor moqueca que eu já comi na minha vida foi no Restaurante Cores e Sabores e se você é daqueles que não dispensa um açaí bem gelado, não deixe de conhecer o Sabor Gelado. Para outras dicas sobre Curumu leia nosso post sobre lá clicando aqui.

  1. Praia Novo Prado ou Praia da Paixão

Para quem curte praias movimentadas e com grande oferta de quiosques e restaurantes, a Praia da Paixão e a Praia Novo Prado são as melhores pedidas!

Localizada a 13km do centro de Prado, a Praia da Paixão fica em direção a Cumuru e pode ser facilmente incluída em um bate e volta até a vila. Já a Praia Novo Prado fica bem no centrinho de Prado possui uma extensa faixa de areia grossa. Uma boa pedida para caminhadas.

  1. Praia Japara Grande

Saindo de Prado (Bahia) e indo em direção a Curumu, a Praia Japara Grande é a primeira que você encontra e ela é mais uma daquelas com um visual sem igual.

praia japara grande
Parada obrigatória entre Prado e Cumuruxatiba: Praia Japara Grande

Para quem busca paz e tranquilidade, essa é a praia ideal, já que ela é quase deserta (com exceção de algumas poucas semanas do ano durante a alta temporada). E ao longo dos seus 12km de faixa de areia encontramos falésias coloridas, manguezais, uma piscina natural formada pelo riacho que dá nome ao local e muito mais.

Os ventos da região fazem da Praia Japara Grande um ótimo ponto para praticar esportes de vela, como o windsurf. Aliás, muito cuidado com a correnteza da praia, pois ela é bem forte. Se você não é muito bom nadando, melhor ficar no riacho curtindo a água do rio.

  1. Beco das Garrafas

Quando bater a fome, já sabe onde ir! O Beco das Garrafas é uma ruazinha cercada de bares e restaurantes. Durante a noite, o local fica lotado de turistas em busca dos melhores pratos da região.

beco das garrafas prado
Beco das Garrafas: a boa pedida para quando a fome bater
  1. Recifes de Guaratiba

Localizada 15km ao sul de Prado, a Praia de Guaratiba é bastante procurada pelos turistas, pois o local serve como saída para passeios de barcos e escunas até os recifes. Mergulhar com snorkel na região garante contato com peixes, tartarugas e outras espécies marinhas!


Dica: pode ser interessante incluir outras praias da Bahia no seu roteiro. Que tal estender sua viagem até Caraíva e Trancoso? A Costa do Descobrimento combina super bem com uma viagem à Prado.

Aproveite para conferir estes posts, que vão complementar o planejamento da sua trip:

Costa do Descobrimento: roteiro de 5 dias por Caraíva, Trancoso e Praia do Espelho

Boipeba: GUIA COMPLETO para planejar a sua viagem

Conheça os encantos da Península de Maraú, na Bahia


Roteiro Prado (Bahia)

Em Prado (Bahia), pontos turísticos não faltam para explorar. E olha que eu citei apenas alguns deles aqui acima. A região é deslumbrante e diversos locais parecem intocados pelo homem.

Dessa forma, para você aproveitar cada minuto da sua viagem, sem perder nenhuma atração, resolvi montar duas sugestões de roteiro em Prado: uma para 4 dias de viagem e outra para 7 dias de viagem.  Uma mão na roda para quem está planejando uma viagem para Prado, na Bahia!

Ponta do Corumbau, Bahia
A belíssima Ponta do Corumbau, no litoral baiano

Roteiro de 4 dias em Prado (Bahia)

Dia 01 – Prado: Chegando em Prado, minha dica é passar esse primeiro dia por lá mesmo. Conheça a Praia Novo Prado, o centro histórico e não deixe de provar uma bela porção de camarão em um dos restaurantes do Beco das Garrafas.

Dia 02 – Passeio de Barco até Corumbau: O passeio de barco até a Ponta do Corumbau é super agradável. Lembre-se de checar a tábua das marés e dê preferência para um dia em que a maré baixa esteja próxima da hora do almoço.

Dia 03 – Cumuruxatiba: A simpática vila de Cumuruxatiba, ou Cumuru para os mais íntimos, não pode ficar de fora do seu roteiro em Prado (Bahia). Aproveite a ida até lá para ir parando nas praias do caminho, como a Japara Grande e a Tororao. Ao chegar em Cumuru, não deixe de provar culinária regional de primeira em um dos muitos restaurantes que se encontram por ali.

Dia 04 – Barra do Cahy: Para fechar seu roteiro de 4 dias com chave de ouro visite um desses dois lugares maravilhosos e se despeça da Bahia com as energias renovadas.

restaurantes em prado
Restaurantes a beira mar na vila de Cumuruxatiba

Roteiro de 7 dias em Prado (Bahia)

Na minha opinião, uma semana em Prado é o mínimo para poder conhecer a região com tranquilidade. Há tanta coisa legal para ver e fazer que eu definitivamente não recomendo uma viagem corrida.

Se você tem mais dias disponíveis para essa viagem, dá uma olhada nessa sugestão de roteiro de 7 dias que montei para você:

Dia 01 – Prado: Chegando em Prado, deixe suas coisas no hotel e já prepare a câmera fotográfica para conhecer o centro histórico e as praias da cidades. À tardinha, dirija-se para Caravelas para aproveitar o passeio do dia seguinte.

Dia 02 – Mergulho em Abrolhos: Seja você um mergulhador experiente, ou esteja praticando mergulho pela primeira vez, o dia em Abrolhos será inesquecível. E se você estiver por lá na época das baleias o espetáculo será ainda maior.

Dia 03 – Cumuruxatiba: No terceiro dia, pegue o carro e faça o trajeto até a simpática vila de Cumuruxatiba. Há belíssimas praias pelo caminho, então vá sem pressa. Se você chegar na Praia do Píer para o almoço, encontrará diversas opções deliciosas de restaurantes a beira mar.

Dia 04 – Monte Pascoal: “Terra à vista!” … Que tal aproveitar o dia para explorar as trilhas do Parque onde se localiza o monte que os portugueses avistaram o Brasil pela primeira vez? Conheça também um pouco da cultura dos povos indígenas que moram por lá.

Dia 05 – Passeio de Barco até Corumbau: Para chegar de carro até a Ponta do Corumbau é um tanto quanto difícil, portanto recomendo que você planeje uma viagem de barco. Certamente será muito mais agradável. Se tiver a chance, não deixe de fazer snorkel por lá.

Dia 06 – Barra do Cahy: Depois de ter conhecido o Monte Pascoal, nada mais justo que visitar a praia onde o Brasil nasceu e aproveitar as maravilhosas paisagens do local. Não deixe de almoçar no Restaurante Glória.

Dia 07 – Praia do Tororao: Último dia, que tal pegar leve? Antes de voltar para casa, escolha uma praia mais próxima de Prado para relaxar e passear pelas falésias. A Praia do Tororao pode ser uma boa opção.

Pronto para conhecer Prado, na Bahia?

E aí, gostou das nossas dicas sobre o que fazer em Prado (Bahia)? Esperamos que nossas dicas ajudem a tornar a sua viagem INESQUECÍVEL! Mas se ainda ficou alguma dúvida é só deixar seu comentário aqui embaixo. Vamos te ajudar com o maior prazer! =)

Secretaria de Turismo de Prado convida trade para regularização junto ao CADASTUR


A Secretaria de Turismo do Estado, em alinhamento com a Política Nacional do Turismo, vem dar continuidade à implementação do Programa de Regionalização do Turismo, iniciando o processo de atualização e inserção de novos municípios no Mapa do Turismo Brasileiro, instituído pela Portaria MTur nº 313, de 3 de Dezembro de 2013.

 

 

Para esta atualização, Secretários de Turismo das 13 Zonas Turísticas do Estado da Bahia participaram na última semana, em Salvador, de uma oficina para explicação das mudanças, tirar dúvidas e firmarem compromisso. O secretário Wander Noronha esteve presente nesta oficina coordenada por Divaldo Gonçalves – Diretor de Regulação e Certificação de Serviços Turísticos.

 

 

O Mapa baseia a criação de políticas públicas e a destinação prioritária de recursos do Ministério do Turismo, com foco no desenvolvimento regional do setor.
Para integrar o Mapa do Turismo Brasileiro 2019, o MTur estabeleceu alguns critérios obrigatórios:

 

 

•  O município deve ter um órgão de turismo em atividade, no caso de Prado, a Secretaria de Turismo;
•  O Conselho Municipal de Turismo (COMTUR);
•  Dotação orçamentária destinada ao Turismo.

 

 

Estes primeiros critérios foram atendidos no ano passado pela gestão anterior da pasta, mas devem comprovar continuidade.
No próximo passo, o município deve possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no CADASTUR.

 

 

CADASTUR – é o sistema de cadastro de pessoas físicas e jurídicas que atuam no setor de turismo. O cadastro garante diversas vantagens e oportunidades aos seus cadastrados e é também uma importante fonte de consulta para o turista. É totalmente gratuito e tem validade de 2 anos para Pessoas Jurídicas e 5 anos para Pessoa Física.
O programa é executado pelo Ministério do Turismo em parceria com os órgãos oficias de turismo, nos 26 estados e no Distrito Federal.
Conforme a Lei nº 11.771, de 17 de setembro de 2008, o cadastro é obrigatório para os seguintes prestadores de serviços turísticos:

 

 

•  Acampamentos Turísticos;
•  Agências de Turismo;
•  Meios de Hospedagem; 
•  Organizadoras de Evento;
•  Parques Temáticos;
•  Transportadoras Turísticas;
•  Guia de Turismo.

 

 

O Guia de Turismo também é obrigatório o cadastro para exercer a profissão, conforme Lei nº 8.623, de 28 de Janeiro de 1993, e o único autorizado a se cadastrar com CPF. Empresas que possuem apenas cadastro na EMBRATUR, ou que estejam com o CADASTUR vencido, também estão irregulares.
Para cumprimento do prazo de inserção de toda documentação no Sistema do Ministério de Turismo/CADASTUR, a Secretaria de Turismo de Prado em parceria com o COMTUR, solicita que todos os prestadores de serviços turísticos obrigatórios realizem o cadastro no site do Ministério do Turismo e apresentem na prefeitura até o dia 15 de Maio de 2019. Será convocada uma reunião extraordinária do COMTUR com o trade, para criação de grupos de trabalho, à fim de agilizar este processo e cumprir o prazo estabelecido pelo MTur. Esse cadastro deve ser realizado para que o prestador possa atuar de forma legal no país.
Para se cadastrar, clique aqui:

 

 

 

 

Como fazer o cadastro no Cadastur:

 

 

 

 

Outras empresas também podem se cadastrar, mas é opcional.
São elas:
•  Casas de Espetáculo;
•  Centros de Convenções;
•  Empreendimentos de Entretenimento e Lazer e Parques Aquáticos;
•  Empreendimentos de Apoio ao Turismo Náutico ou à Pesca Desportiva;
•  Locadoras de Veículos para Turistas;
•  Prestadoras de Serviços de Infraestrutura para Eventos;
•  Prestadoras Especializadas em Segmentos Turísticos;
•  Restaurantes, Cafeterias, Bares e similares.
Existe algumas vantagens para as empresas cadastradas no CADASTUR, como:
•  Acesso a financiamento por meio de bancos oficiais;
•  Apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo;
•  Incentivo à participação em programas e projetos do governo federal;
•  Participação em programas de qualificação promovidos e apoiados pelo Ministério do Turismo;
•  Visibilidade nos sites do CADASTUR e do Programa Viaje Legal.

 

 

Qualquer dúvida quanto ao CADASTUR, consulte o site do MTur ou procure a Secretaria de Turismo.
Por: SETUR/Prado-BA
Fonte: www.cadastur.turismo.gov.br

3º edição do Festival de dança será realizada em Prado


Os apreciadores do mundo da dança vão poder prestigiar nos dias 16,17 e 18 de Novembro a 3º edição do Festival de Dança de Prado.

Promovido pelo grupo EDIBAHIA Produções, com o apoio da Prefeitura Municipal de Prado, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura, o evento visa promover e difundir a dança, e por meio de seus eventos, sensibilizar e educar esteticamente a população.

O evento acontecerá durante 03(três) dias com vários ritmos reunidos, competição mista de ritmos em dupla e grupo. As inscrições já estão abertas e para isso, os interessados devem entrar em contato, onde também estão disponíveis o regulamento e outras informações como valor da inscrição, por exemplo.

 


Segundo o organizador, já estão confirmadas a participação de  várias equipes  e profissionais que irão transferir seus conhecimentos. Além das atrações teremos apresentações Culturais, bailes com diversos Djs. Aulas,palestras e competições .Além das apresentações de grupos convidados, o Festival é conhecido por sua mostra competitiva, que reúne dançarinos de modalidades Lambada Zouk, Fit Dance,Swing baiano, Zumba, Dança do ventre,Jazz contemporâneo, Break dance,Salsa, Bachata,Funk swag, Afro-house, Funk, Sertanejo,Tango,Bolero,Kizomba,Samba de Gafieira

A competição é dividida em apresentações mista, dupla e grupo. Haverá premiação em troféu, em dinheiro (de R$ 300 a R$:1.000), certificado para todos os participantes.
Maiores informações:
(73)-999070644
(73)-999035522
Equipe EdiBahia Produções

Rota da Cachaça apresenta produção baiana e participa da programação do feriado em Prado, no Festival das Baleias


 

 

O governo da Bahia, através da Secretaria Estadual de Turismo da Bahia com o apoio da Prefeitura Municipal de Prado, apresenta o ROTA DA CACHAÇA da BAHIA, em parceria com a Secretaria de Turismo, Esporte e Cultura de Prado. O projeto é mais uma oportunidade para o município de Prado, mapeando os produtores artesanais de cachaça e cerveja artesanal locais e gastronomia, que irão introduzir suas produções no espaço na praça de Eventos, na Arena Jubarte de 07 à 09/09/2018, das 16h às 12h. Toda a organização fica por conta do Governo da Bahia com apoio da equipe da Prefeitura local e parceiros, com cenários de referência cultural do estado, equipe técnica de apreciadores.

 

Paulo Guedes (realizador do Rota da Cachaça), José Alves (Secretário de Turismo do Estado da Bahia) e Joklébio Coelho, Secretário de Turismo, Esporte e Cultura de Prado

 

 

Na Bahia a Setur estima que existam 18 municípios que produzem 19 diferentes tipos de cachaça artesanal. Marcas famosas, como as cachaças produzidas em Abaíra e em Rio de Contas já fazem parte do roteiro dos grandes produtores nacionais. Em Rio de Contas, a Fazenda Vaccaro, produtora de uma das bebidas mais famosas do estado, a Serra das Almas, tornou-se quase que um roteiro obrigatório de turistas que visitam a região. A propriedade oferece serviço de hospedagem e day use, e inclui atrativos como passeios pelas plantações de cana e de frutas, alambique e adega.

 

 

Rota da cachaça – Atualmente a Rota da Cachaça, fundada pelos produtores Paulo Guedes, Ronaldo Rodrigues e Vânia Oliveira, foi criada em 2017 e abrange vários municípios baianos, com cachaças de renome nacional. Todas com premiações nacionais e selo de qualidade do Ministério da Agricultura.

 

Embora os dados do setor ainda sejam imprecisos, diante da existência de informalidade, estima-se que no Brasil existam cerca de 40 mil produtores e que na Bahia a atuação seja de 17,5% em relação a esse total (Sebrae). Isso porque, no Estado, a produção é somente de cachaça de alambique, de pequenos produtores, não havendo cachaça industrial ou de coluna e nem grandes produtores de cachaça de alambique.

Festival das Baleias faz campanha de Outdoor em três Estados para gerar fluxo turístico em Prado.


O Festival das Baleias que está na sua V Edição inicia a campanha 2018 com peças de Outdoor que estão sendo veiculadas em pontos estratégicos do Estado da Bahia e em mais dois estados, com intuito de promover o fluxo de turístico para observação de baleias Jubarte, o turismo de aventura por conta da realização do Off-Road Jubarte de Sustentabilidade,  Turismo pedagógico por conta do Simpósio do mar e outros vários tipos de turistas que buscam um local que reuna Boa gastronomia, belas praias, e ótimas opções para descanso e lazer. Por ser multidisciplinar e multisetorial o FB dialoga com várias tendências e os

organizadores convictos da importância da realização deste evento, que vem crescendo a cada ano construiu uma plataforma  de  divulgação com vários canais que possa atingir a um público num raio de 600km visando o aquecimento da economia local e fortalecimento destes tipos de segmentação turística  com a qual  dialoga a proposta. De acordo ao Presidente do Instituto REDEMAR Sr. William Freitas , aprimoramento e a busca por melhoria no processo sempre é bem vista e  o FB terá muitas nesta edição terão boas surpresas pois trabalhamos 1 ano na preparação do evento e estamos muitos atentos aos índices para mensurarmos o impacto Turistico e alem disso construir junto a camunidade de Prado discussões e ações ambientais capazes de motivar novas atitudes na comunidade de Prado e em milhares de pessoas de todas as parte do Brasil.

Praça Redonda será palco dos “Antigos Carnavais” em Prado


 

A história do carnaval tem suas origens na antiguidade, sendo uma festa tradicional e popular que chegou ao Brasil durante a colonização. A palavra carnaval é originária do latim, carnis levale, cujo significado é retirar a carne. O significado está relacionado com o jejum que deveria ser realizado durante a quaresma e também com o controle dos prazeres mundanos, foi a forma que a igreja viu para  manter uma data para as pessoas “cometerem seus excessos”, antes do período da severidade religiosa.

 

Bloco “Os Melados”- Carnaval de 1983 – Prado – BA

 

No Brasil no final do século XIX, buscando adaptarem-se às tentativas de disciplinamento policial, foram criados os cordões e ranchos. Os primeiros incluíam a utilização da estética das procissões religiosas com manifestações populares, como a capoeira e os zé-pereiras, tocadores de grandes bumbos. Os ranchos eram cortejos praticados principalmente pelas pessoas de origem rural. Ainda no século XIX surgiram as marchinas de carnava,  já o samba somente iniciou por volta de 1910, se tornando ao longo do tempo o legítimo representante musical do carnaval.

 

Prefeito Barreto, Dr. Fernando e o rei Momo Vanete – Carnaval de 1983 – Prado – BA

 

Na Bahia, os primeiros afoxés surgiram na virada do século XIX para o XX com o objetivo de relembrar as tradições culturais africanas. Os primeiros afoxés foram o Embaixada Africana e os Pândegos da África. Por volta do mesmo período, o frevo passou a ser praticado no Recife, e o maracatu ganhou as ruas de Olinda.

O município de Prado há muito mantem um estilo de carnaval mais familiar. A cidade viveu grandes momentos carnavalescos cultuando suas origens com o bloco das baianas, o bloco dos índios, o bloco dos sujos, bloco dos melados, bloco chaprado,  a Charanga de Prado, o trio elétrico e a tão cobiçada Charretinha do Jajá que puxava os foliões ao som  de músicos que entoavam marchinhas que alegravam os foliões pelas ruas das pousadas de Prado e nas ruas do Centro.

 

“A paz invadindo corações” Bloco dos Sujos – Carnaval de 1991 – Prado – BA

 

Por volta de 2001, a então secretária municipal de turismo, Rita de Cássia Abrantes, deu inicio ao resgate do carnaval antigo na Praça Redonda, transformando a mesma num clube a céu aberto com ornamentação característica, músicos com instrumentos de sopro tocando os melhores e memoráveis sucessos das marchinhas que pra sempre vão ficar na memória de todos aqueles que puderam vivenciar o melhor da Folia de Momo nas grandes metrópoles e nas cidades do interior de todo país.

 

Carnaval de rua

 

Carnaval na praça Sete de Setembro na década de 60-70 – Prado – BA

 

Prado oferece a todos os visitantes, moradores e turistas um ambiente familiar com muito recurso natural distribuídos entre rio navegável, locais para prática de mergulho, falésias, praia paradisíaca como a Barra do Cahy que é a 1ª Praia do Brasil, ruas planas propícias para caminhadas, mar com águas mornas, além de artes, artesanatos, danças culturais, diversões na praia com grupos de danças, e ainda oferece uma gastronomia maravilhosa. Aqui em Prado o carnaval fica mais leve, livre e solto com gostinho familiar embalado ao som de trio, bandas, carnaval antigo na praça Redonda.

Venha pro Prado você também!

Ontem, hoje e amanhã a Charretinha do Jajá é Show


 

Jamacy da Silva Almeida, o famoso Jajá da “Charretinha do Jajá”, foi um grande amigo do município de Prado que por longas datas sempre animou as noites de carnaval da cidade com a sua charretinha puxada por uma mulinha.

Jajá foi proprietário da Cabana do Jajá e do Restaurante do Jajá, na Praia do Novo Prado. Sua grande paixão era a mulinha que ele alimentava com frutas frescas e banhos diários. Nos períodos de alta temporada de Prado e carnaval essa dupla feita de alegria, animava as ruas de Prado levando os foliões ao ápice da descontração e diversão.

 

 

Jajá era um amante do Prado e lutava para manter viva as memórias da cultura dessa cidade paradisíaca que ele escolhera para viver após se aposentar como fiscal da receita federal.

Nosso querido defensor folião faleceu aos 72 anos nos deixando um legado de vida regado de sorrisos, piadas e cultura.