Município do Prado participa de encontro para discutir questões ambientais‏


O município do Prado participou na última quarta-feira, dia 25, de um encontro para discutir iniciativas de sustentabilidade e gestão ambiental compartilhada.
O encontro aconteceu no Auditório do Programa Arboretum, no bairro Nova Jerusalém, em Teixeira de Freitas, numa iniciativa proposta conjuntamente pela Promotoria de Justiça Especializada em Meio Ambiente e a Suzano Papel e Celulose.
O Promotor de Justiça Regional Ambiental, Dr. Fábio Fernardes Corrêa, cobrou dos municípios iniciativas para cumprir a legislação ambiental.
A Suzano Papel e Celulose contratou um advogado especialista em direito ambiental para dar assessoria e consultoria para os municípios que já aprovaram a lei ambiental.
De acordo com o Secretário de Administração, Robson Mattos, apenas quatro, inicialmente, serão beneficiados. “Isto porque esses municípios precisam fazer o dever de casa e aprovar a lei ambiental. Dentre os quatro, com a lei aprovada, está o município do Prado porque estamos fazendo nossa parte”, afirma.
Para a Secretária Municipal de Meio Ambiente, Benedita de Jesus, “as questões ambientais estão em evidência e são urgentes as providências necessárias à proteção do meio em que vivemos e onde vão viver as futuras gerações”, argumenta.
GESTÃO AMBIENTAL COMPARTILHADA – A proposta é, através do Consórcio Construir, contratar uma equipe técnica (formada por biológos, engenheiros florestais, dentre outros) para o estudo da realidade desses municípios e a construção de projetos ambientais.
O Consórcio Construir é formado por municípios de Itanhém, Medeiros Neto, Vereda, Lajedão, Ibirapuã, Mucuri, Nova Viçosa, Caravelas, Alcobaça, Prado, Itamaraju, Jucuruçu e Teixeira de Freitas.
O ponto central é estabelecer metas para montar a infraestrutura necessária à solução de problemas enfrentados, como a falta de saneamento para boa parte da população e a construção de aterros sanitários, por exemplo.