Recém-nascido com problemas respiratórios não resiste e morre em Itanhém


Teixeira de Freitas: Uma triste perda mostrou mais uma vez que todo e qualquer investimento na saúde é o mínimo que um gestor público  deve buscar. Na tarde da última quarta-feira, 09 de dezembro, uma moradora de Jucuruçu entrou em trabalho de parto e foi rapidamente encaminhada à cidade de Itanhém. A mesma deu a luz a um menino, que infelizmente nasceu com problemas respiratórios.

A criança nasceu por volta das 15h30, no Hospital Maria Moreira Lisboa, em Itanhém, mas, devido a complicações no estado de saúde da criança, foi solicitado a sua transferência para a Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI) em Teixeira. Uma equipe do SAMU foi até o hospital, onde realizou todo o procedimento necessário, mas, o estado clínico da criança já era grave e durante a transferência o estado da criança se agravou.

O frágil bebê não resistiu e morreu dentro da ambulância do SAMU, a caminho da UMMI, em Teixeira de Freitas. A equipe do SAMU ainda chegou à unidade, mas, a criança já não apresentava sinais vitais e não respondeu às investidas médicas com o objetivo de reanima-la. A equipe do SAMU se deslocou até a sede da 8ª COORPIN, onde comunicou o fato. A delegada plantonista, Rina Andrade, autorizou a remoção do corpo ao IML.

O corpo foi removido será submetido a exames de necropsia e, logo após, liberado para velório e sepulto.

Por: Rafael Vedra/Liberdadenews