Vigilante é preso após tentar matar a mulher no bairro Gusmão


Mais um caso de violência contra a mulher, em Eunápolis. O vigilante Leônio Araújo da Costa, de 34 anos, foi preso logo após tentar matar a esposa, na tarde desta quarta-feira (28), no bairro Gusmão, em Eunápolis. A estudante universitária Cláudia Vanessa Gomes de Moura, de 29 anos, foi atingida por três tiros nas pernas.

Segundo o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Cláudia teve duas fraturas de fêmur. Ela está internada no Hospital Regional e vai passar por cirurgia. O crime, segundo a polícia, aconteceu na Rua Divino Lar, na casa da mãe da vítima.

Mesmo ferida, Cláudia Vanessa conseguiu correr até a casa de uma vizinha em busca de socorro. A Polícia Militar informou que quando chegou ao local encontrou Leônio no meio da rua, com uma arma apontada para a cabeça, ameaçando se matar.

A polícia não soube informar se no momento do crime havia mais alguém na casa. Logo que se recuperar da cirurgia, Cláudia Vanessa, que cursa Letras na Uneb, deve ser ouvida. A polícia quer saber a sua versão do fato.

O delegado Eridelson Bastos informou que Leônio – que trabalha na 22ª Ciretran, foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. “Como o crime não permite fiança, ele será encaminhado para o presídio”, declarou o delegado. O revólver calibre 38 foi apreendido.